abs_cruzamentos

Cruzamentos

Heteroze – sinergia criada pelos cruzamentos.Um caso raro onde 1 + 1 = 3
Por isso dificilmente uma raça pura vir atingir os índices de precocidade em ganho de peso e precocidade sexual que o indivíduo F1 atinge.

Tabapuã no cruzamento industrial entra com muito incremento uma vez que já é o“Zebu mais precoce” potencializando ainda mais as caractersticas positivas no F1.
excelente para cruzar com zebuinos (Tabanel, Tabaguz, Tabolando etc…), bem como para cruzar com europeus.

Veja um experimento recente realizado confirmando esses dados (matéria publicada na revista DBO 237 – Julho/2000, página 173, ao conjunta Fazendas água Milagrosa e Córrego da Santa Cecília).

Na edição de março de 2000 da revista DBO Rural foi publicada uma reportagem muito interessante sobre tipificação de carcaças de diversos cruzamentos. O trabalho de tipificação destas carcaças foi realizado com extrema competência e seriedade por uma empresa líder no ramo pecuário, com assessoria de uma importante Universidade Brasileira, ambas estão de parabéns pela qualidade do trabalho apresentado.

Em igualdade de condições, foram analisadas as carcaças de 8 cruzamentos : Red Angus x Tabapuã; Charols x Tabapuã; Simental x Tabapuã; Red Angus x Nelore; Charolês x Nelore; Simental x Nelore; Brahman x Nelore e Brahman x Tabapuã. Os animais foram abatidos inteiros e aos 15 meses de idade.

Na classificação de “cota Hilton”, entre os 8 cruzamentos avaliados, os melhores resultados foram obtidos pelos cruzamentos entre Brahman x Nelore, Brahman xTabapuã e Red Angus x Tabapuã, com aproveitamento de 100%.

Já na distribuição de carne em relação à carcaça, quanto a traseiro e dianteiro / ponta de agulha, entre os 8 cruzamentos avaliados, os melhores resultados foram obtidos pelos cruzamentos de Red Angus x Tabapuã e Brahman x Tabapuã.

Resumimos na tabela abaixo os resultados obtidos na avaliação das carcaças dos 8 cruzamentos, lembrando que todos os animais foram abatidos inteiros e aos 15 meses de idade:

CRUZAMENTOS Peso Carcaça CRUZAMENTOS Peso Carcaça CRUZAMENTOS Peso Carcaça
Red Angus xTabapuã 261,4kg Red Angus x Nelore 247,5kg Brahman xTabapuã 245,5kg
Charols x Tabapuã 260,6kg Charolês x Nelore 242,8kg Brahman x Tabapuã 238,0kg
Simental xTabapuã 255,2kg Simental x Nelore 250,3kg ———– ———–
Média de peso das carcaças 259,7kg Média de peso das carcaças 246,87kg Média de peso das carcaças 241,75kg
Média em Arrobas 17,27@ Média em Arrobas 16,46@ Média em Arrobas 16,12@

Da tabela acima podemos deduzir:
Que os cruzamentos com Tabapuã renderam 0,81@ a mais por animal, que os cruzamentos com Nelore, com o mesmo custo.
Que os cruzamento com Tabapuã renderam 1,15@ a mais por animal, que os cruzamentos com Brahman, com o mesmo custo.

Parece pouco, não ? Sim, porque estamos calculando a diferença por animal. Mas vamos supor que fossem 200 animais de cada. Vamos tomar o valor médio da arroba em 1999 em dólar (US$ 18,95). O que teramos então?

200 animais frutos de cruzamento com Tabapuã, comparados com 200 animais frutos de cruzamento com Nelore = 200 x 0,81@ x US$ 18,95= US$ 3.070,00 a mais com o Tabapuã, com o mesmo custo.

200 animais frutos de cruzamento com Tabapuã, comparados com 200 animais frutos de cruzamento com Brahman = 200 x 1,15@ x US$ 18,95= US$ 4.358,50 a mais com o Tabapuã, com o mesmo custo. (Matéria publicada na revista DBO rural n 237 de julho de 2000).

Para se obter o cruzamento industrial o mercado tem valorizado várias raças Européias se esquecendo que sem as raças zebuinas puras, preservadas e melhoradas nada disso seria possível pois existe um sério esquecimento: que o Brasil é um pais Tropical e na verdade a realidade é a inversa da propagada. Sem zebu no há possibilidade nem viabilidade de cruzamento industrial no trópico.

A fazenda Córrego da Santa Cecília, para comprovar os resultados que a raça vem alcançando no cruzamento industrial (CI) desde 1996, começou cruzar o Tabapuã com Blonde D’Aquitaine, por ser uma raça de excelente acabamento, carcaça longelínea, pelagem clara e curta e de uma região de solo pobre com grande variação topográfica e térmica no sul da França.

Alguns clientes optam por cruzar Tabapuã com Nelore, obtendo um excelente animal com até 90% de caráter mocho no F1, além de docilidade, precocidade e habilidade materna nas fêmeas. Outra opção é voltar com o Tabapuã sobre F1 feito com Nelore (Tricross).

Veja abaixo algumas tabelas de performance do cruzamento Tabapuã x Blonde:

Precocidade no cruzamento Industrial

a) CDP – Controle de Desenvolvimento Ponderal de animais meio sangue Tabapuã x Blonde

Resumo PN, PC 205, 365, 550 em RA -1(a campo) para Nascimentos 08 a 11/97 a 99 – Nascimentos referentes as Montas de Vero (Nov/Dez/Jan)

Período Período Período Período
Ago/95 a Nov/95 a Ago/95 a Nov/99 Ago/95 a Nov/95 a Ago/95 a Nov/99 Ago/95 a Nov/95 a Ago/99 a Nov/99 Ago/95 a Nov/95 a Ago/95 a Nov/95
PN PC 205 PC 365 PC 550
95 M 31 95 M 175 95 M 261 95 M 316
F 30 F 167 F 249 F 271
96 M 31 96 M 172 96 M 240 96 M 367
F 30 F 164 F 213 F 288
97 M 30 97 M 197 97 M 256 97 M 380
F 29 F 175 F 219 F 299
98 M 30 98 M 176 98 M 283 98 M 405
F 29 F 166 F 242 F 325
99 M 32 99 M 179 99 M 292 99
F 31 F 165 F 266
Média M 31 Média M 180 Média M 266 Média M 367
F 30 F 168 F 237 F 296

Médias PC 205, 365, 550 em RA -1 (Animais Nasc Agosto a Novembro de 1997 a 1999)

M (kg) GPD (g) F (kg) GPD (g)
PC 205 180 726 168 673
PC 365 266 643 237 567
PC 550 367 610 296 483
GMD entre 205 – 365 (160 dias) M 537g
F 431g
GMD entre 365 – 550 (185 dias) M 545g
F 318g

Resumo PN, PC 205, 365, 550 em RA -1 (a campo) para Nascimentos 02 a 05/97 a 99 – Nascimentos referentes às Montas de Outono – Safrinhas (Maio/Junho)

Período Período Período Período
Fev/95 a Mai/95 a Fev/99 a Mai/99 Fev/95 a Mai/95 a Fev/99 a Mai/99 Fev/95 a Mai/95 a Fev/99 a Maio/99 Fev/95 a Mai/95 a Fev/99 a Mai/99
PN PC 205 PC 365 PC 550
95 M 30 95 M 143 95 M 202 95 M 276
F 29 F 133 F 186 F 252
96 M 32 96 M 140 96 M 210 96 M 283
F 28 F 132 F 189 F 243
97 M 30 97 M 174 97 M 268 97 M 345
F 28 F 167 F 238 F 285
98 M 31 98 M 167 98 M 288 98 M 376
F 30 F 151 F 231 F 322
99 M 31 99 M 146 99 M 261 99 M 363
F 30 F 139 F 277 F 344
Média M 31 Média M 154 Média M 245 Média M 329
F 29 F 144 F 224 F 289

Médias PC 205, 365, 550 em RA -1 (Animais Nasc Fevereiro a Maio de 1997 a 1999)

M (kg) GPD (g) F (kg) GPD (g)
PC 205 154 600 144 560
PC 365 245 586 224 534
PC 550 329 541 289 472
GMD entre 205 – 365 (160 dias) M 537g
F 431g
GMD entre 365 – 550 (185 dias) M 545g
F 318g

OBS: As tabelas acima mostram que os machos meio sangue foram recriados campo até 15 meses e confinados 90 dias obtiveram aos 18 meses média de 17,94@

Teste Rendimento Sangue Tabapuã x Blonde:

Garrote nº B28 Nasc 12/03/97 (o mais pesado do lote)
Peso vivo 493kg 14/09/98
Peso vivo com jejum de 24hs 485kg 15/09/98
OBS* Todas as pesagens a seguir so de carcaça (lado direito)
Traseiro quente com rabada 87,0kg x 2 = 174kg
Dianteiro quente = 54,0kg x 2 = 108kg
282kg
Rendimento de Carcaça = 58,14%
Traseiro resfriado sem rabada 83,0kg x 2 = 166kg
Dianteiro resfriado = 51,5kg x 2 = 103kg
269kg
Rendimento de Carcaça Resfriada = 55,5%
Traseiro especial (sem costela e fraudinha) = 62,0kg x 2 = 124kg
Ponta de Agulha (sem costela s/ fraudinha) = 16,0kg x 2 = 32kg
Espessura gordura = 0,50cm
Rumploin (contrafile + alcatra + file mignon com osso)= 29,0kg x 2 = 58kg
File mingnon limpo = 2,0kg x 2 = 4kg
Contra filé limpo = 10,5kg x 2 = 21kg
Miolo alcatra limpo = 3,5kg x 2 =& 7kg
Maminha limpa = 1,8kg x 2 = 3,6kg
Aparas Gordas (gorduras + limpezas) = 10,8kg x 2 = 21,6kg
Osso traseiro 14,3kg x 2 = 28,6kg
Osso Dianteiro 11,0kg x 2 = 22kg
Quantia líquida de carne = 196,8kg

Garrote nº B66 Nasc 01/05/97 (o mais leve do lote)
Peso vivo 420kg 14/09/98
Peso vivo com jejum de 24hs 414kg 15/09/98

Traseiro quente com rabada = 73,0kg x 2 = 146kg
Dianteiro quente = 48,0kg x 2 = 96kg
242kg
Rendimento de Carcaça = 58,45%

Dados de desempenho do lote
Total 12 animais
Nascimentos: 24/02/97 a 15/05/97
PC 205 RA1 = 197kg
PC 365 RA1 = 315kg
PC 550 RA3 = 464kg
Peso médio abate em 14/09/98 – 440kg = 17@, idade média 17,3 meses, rendimento médio de carcaça 58%
OBS: Observando os resultados acima observamos que os animais sangue Tabapuã x Blonde recriados totalmente a campo até os 15 meses submetidos a 90 dias de confinamento terminaram aos 17,3 meses com 17 @


css.php